Final de ano é sempre um período de reflexões, certo? Por isso, o momento é propício para iniciar a definição dos objetivos e traçar metas.
É comum na vida de muitos profissionais encarar o trabalho como uma busca interminável e deixar de lado uma coisa importantíssima: o propósito. É o que chamamos de “corrida dos ratos”, termo difundido pelo livro Pai Pobre, Pai Rico escrito por Robert Kiyosaki e Sharon Lechter. A expressão faz uma analogia entre ratos de laboratório que se exercitam numa roda “sem fim” com pessoas que correm aleatoriamente, sem atingir nenhum objetivo.
Quando não definimos uma meta, gastamos tempo e energia e, em troca, temos pouca ou quase nenhuma recompensa.
As metas dão uma direção do caminho a seguir. Para colocá-las em prática, a sugestão é usar uma metodologia bastante famosa, a denominada SMART (em inglês).
Metodologia SMART
A metodologia SMART é estruturada da seguinte forma:
Específica (S- Specific): a ferramenta indica que a meta precisa ser rica em detalhes;
Mensurável (M – Measurable): é necessário pensar qual é o resultado a ser alcançado;
Atingível (A – Attainable): os sonhos não têm limite, mas metas sim! Portanto, defina um propósito possível de ser atingido;
Relevante (R- Relevant): não defina uma meta sem relevância, ela precisa ser impactante na sua vida;
Temporal (T- Time based): é necessário ter um prazo para conclusão, ou seja, estabeleça o tempo limite para a concretização da meta.
Como definir a meta?
Imagine que sua meta é aumentar seu faturamento. Esse propósito é muito vago, então o ideal é enriquecê-lo com detalhes. Você pode mentalizar: “Quero aumentar meu faturamento com pacientes dos planos privados A, B e C”, por exemplo. Agora, como você fará isso?
Primeiro, avalie como está sua operação atualmente. Você tem uma agenda sempre cheia ou ainda há oportunidades para mais atendimentos? Em relação ao espaço físico, é possível tornar o ambiente mais agradável e aconchegante? Seus equipamentos estão atualizados ou ultrapassados?
Após mensurar todos os fatores, chega o momento de definir de que forma você pode aumentar seus atendimentos.
Imagine que após a avaliação inicial, a conclusão é de que você possui algumas áreas físicas ociosas. Por isso, para conseguir alavancar seu número de pacientes, uma alternativa é investir em uma reforma das instalações. Com isso, você terá mais espaço para atender, podendo até mesmo construir novas salas cirúrgicas, leitos e diversas outras opções.
Esse é só um exemplo de como definir uma meta e maneiras para alcançá-la. Não se esqueça também de organizar seu planejamento financeiro para viabilizar o projeto.

Posts recentes